Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Domingo, 21 de Julho de 2024
JATOBÁ
JATOBÁ

FUTEBOL

Endrick doa R$ 1 mil a engraxate que o parou para uma foto no Rio: ‘Me dá seu pix’

Bicampeão brasileiro pelo Palmeiras, Endrick já tem seus primeiros passos na Europa definidos – irá se juntar

Marcone Pedro
Por Marcone Pedro
Endrick doa R$ 1 mil a engraxate que o parou para uma foto no Rio: ‘Me dá seu pix’
Foto: Cesar Greco/Palmeiras
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Bicampeão brasileiro pelo Palmeiras, Endrick já tem seus primeiros passos na Europa definidos – irá se juntar ao Real Madrid no início da temporada 2024/2025 -, mas o atacante caminha para construir uma idolatria no País, que passa pela sua imagem junto aos torcedores. Convocado para defender a seleção no pré-olímpico, o jogador se comoveu com uma história de um engraxate no Aeroporto Santos Dumont, no Rio, após breve encontro com o rapaz e doou R$ 1 mil a ele – equivalente a dez dias de seu trabalho nas ruas da cidade.

Michel Barreto, de 46 anos, é engraxate no Rio e se encontrou com Endrick no início deste mês, quando o atacante se juntou ao elenco da seleção brasileira para a disputa do Pré-Olímpico. Na saída do aeroporto, o jogador foi abordado pelo profissional para tirar uma foto. “Vi aquela multidão no meio do saguão do aeroporto, olhei e vi o Endrick descendo. Sou muito fã dele e pedi para tirar uma foto com ele: ‘Poxa, me dá seu pix'”, contou o engraxate ao Estadão. A história foi revelada pelo perfil A embaixada.

“A gente estava no Aeroporto para viajar para o Pré-Olímpico, e o Michel chegou com toda humildade para engraxar meu sapato, mas eu estava de tênis. Mesmo assim, parei pra conversar e ele contou muito sobre a história de vida dele, da família, das filhas pequenas que ele tem e do quanto ele luta para ganhar o pão de cada dia”, contou o jovem fenômeno do Palmeiras. “Deus tocou meu coração e eu pude ajudá-lo com algo, que é o que devemos fazer sempre, olhar para o próximo”.

Michel disse que recebe por dia entre R$ 80 a R$ 120 lustrando os sapatos dos homens que andam pelo aeroporto. A quantia ofertada por Endrick equivale a dez dias de seu trabalho como engraxate. “Tava passando por dificuldades financeiras em casa, por aperto. Precisando pagar aluguel, comprar leite, fralda pra minha filha. Pedi uma ajuda a ele.” Michel é analfabeto e trabalha no Santos Dumont há mais de 20 anos. “Não é pela quantia, mas Endrick é um menino muito simpático. Quando eu mostrei a foto com Endrick para meu irmão, ele disse que ele é ‘fera’ e ‘craque'”.

Depois da história, diversos torcedores também se encantaram com o relato de Michel nas redes sociais e iniciaram uma campanha para arrecadar ainda mais fundos ao engraxate. A profissão de engraxate é uma das mais antigas do País. Pelé já teve sua caixa de engraxate antes de se tornar jogador de futebol. “Fiquei sem acreditar. Espero que Deus ilumine os caminhos dele, é um menino sensacional. Quero um dia encontrá-lo para dar um grande abraço”, reforça Barreto.

Endrick é a principal referência do Palmeiras e da seleção pré-olímpica. Liberado pelo clube alviverde – irá desfalcar a equipe na disputa da Supercopa do Brasil contra o São Paulo no Mineirão -, disputará seu primeiro grande torneio pelas categorias de base do Brasil. Em 2023, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026, o atacante fez sua estreia na equipe principal, convocado por Fernando Diniz.

O torneio acontece entre os dias 20 de janeiro e 11 de fevereiro, na Venezuela, e dá vaga aos finalistas nos Jogos de Paris, em 2024. O Brasil estreia nesta terça-feira, dia 23, contra a Bolívia, às 17h (horário de Brasília). Além de Endrick, outro destaque da seleção é John Kennedy, campeão da Libertadores pelo Fluminense no ano passado.

FONTE/CRÉDITOS: Estadão Conteúdo
REDEC
REDEC
REDECON
REDECON

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )