Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
REDECON
REDECON

FUTEBOL

Brasil treina sem Neymar e Marquinhos, em Cuiabá

A seleção brasileira iniciou, nesta segunda-feira, em Cuiabá, a preparação para os dois jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo

Marcone Pedro
Por Marcone Pedro
Brasil treina sem Neymar e Marquinhos, em Cuiabá
ANDRE DURÃO
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
A seleção brasileira iniciou, nesta segunda-feira, em Cuiabá, a preparação para os dois jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo, contra Venezuela e Cuiabá. Dos 23 convocados, 21 jogadores se apresentaram ao técnico Fernando Diniz, que aguarda apenas a chegada de Neymar e Marquinhos para ter o grupo completo. O atacante do Al-Hilal deve se apresenta na noite desta segunda-feira, enquanto o zagueiro do PSG tem chegada prevista para a manhã de terça-feira.
 

Fernando Diniz espera que a equipe apresente uma evolução

Nenhum dos dois vai perder o primeiro treinamento no gramado. Havia um treino estava previsto para o final da tarde desta segunda ,mas houve uma mudança no cronograma e o grupo realizou apenas atividades físicas na academia. Esta é a segunda Data Fifa com Diniz no comando da seleção, após vitórias por 5 a 1 sobre a Bolívia e 1 a 0 diante do Peru. Agora, ele chega para os novos compromissos como finalista da Libertadores pelo Flu que comanda em paralelo ao Brasil.

"Acho que a adaptação continua, principalmente com o técnico Fernando Diniz", disse o experiente volante Casemiro, do Manchester United, ao chegar a Cuiabá. "Quanto mais jogos tivermos com o treinador e com o grupo, melhor", completou.

A seleção tem novidades em relação à última convocação. Uma delas é o retorno de Guilherme Arana, que perdeu a oportunidade de jogar a Copa do Mundo do Catar após sofrer uma lesão grave no joelho em setembro do ano passado, quando era presença frequente nas convocações de Tite. O lateral-esquerdo do Atlético-MG foi chamado por Diniz como substituto de Caio Henrique, do Mônaco, cortado por lesão. "É uma sensação única. Felicidade imensa. Não só a minha, como da minha família também. A minha esposa foi me deixar no aeroporto muito feliz. Então, é uma sensação de felicidade depois de tudo que eu passei”, disse Arana.

O Brasil enfrenta a Venezuela às 21h30 de quinta-feira, na Arena Pantanal. Depois, visita o Uruguai às 21 horas, dia 17, terça-feira.

FONTE/CRÉDITOS: Tribuna do Norte
REDEC
REDEC
JATOBÁ
JATOBÁ

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )