Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Quinta-feira, 20 de Junho de 2024
JATOBÁ
JATOBÁ

Geral

OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO – Parte 2

APRENDER A FAZER, APRENDER A CONVIVER E APRENDER A SER

Cotidiano Escolar
Por Cotidiano Escolar
OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO – Parte 2
Silvana Barboza
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Iniciamos esse assunto na semana passada, e evidenciamos onde nascem as ideias sobre educação que dão base as políticas públicas em curso nas escolas brasileira e mundiais nos últimos anos.

Os Quatro Pilares da Educação: Aprender a Conhecer, Aprender a Fazer, Aprender a Conviver e Aprender a Ser foram propostas na reunião da Unesco, ONU no ano de 1999 pelo Professor de política e economia francês Jacques Delors no relatório chamado Um Tesouro a Descobrir, definindo as quatro aprendizagens fundamentais para a do sec. XXI.

Dentro dos quatro pilares não existe o mais importante, ou uma ordem entre eles, eles se confundem e se completam. E como pilares a eliminação de qualquer um deles coloca a estrutura educacional e ruinas.

Publicidade

Leia Também:

APRENDER A FAZER

O termo é tão obvio que nem parece ser necessário algum comentário, porém se for analisado a fundo não é assim.

Esse pilar está totalmente ligado ao desenvolvimento profissional, existem inúmeras formas de fazer as coisas, seja na indústria, agricultura, pecuária, pesca, comercio, área da tecnologia, área da comunicação, serviços, turismo, etc.

Trabalhando na pesca, o pescador individual ou a empresa, precisam saber pescar, porém além desta tarefa principal muitas decisões são tomadas para ela acontecer de forma adequada. Qual o peixe deve ser pescado em cada região ou em cada período do ano? Como será a limpeza dos equipamentos? Como os pescadores serão remunerados?  Como será a conservação do produto? Como será a venda do mesmo? Cada decisão deveria acontecer, usando o conhecimento de todos os pilares. Aprender a conhecer, que é conhecer todas as consequências das ações escolhidas para aquela atividade de pesca, sendo possível uma pesca produtiva, rentável e sustentável; aprender a conviver, saber se relacionar com as pessoas envolvidas no processo produtivo da pesca; aprender a ser, saber qual o seu potencial e interesse por aquele trabalho, garantindo assim a realização pessoal

Essa lógica pode ser observada em qualquer atividade no trabalho. Fazer as coisas com consciência sobre seu papel enquanto ser individual e social, muda totalmente a forma de ação no trabalho.

Na escola aprendemos a importância da pesca não predatória, no trabalho, na vida adulta, ela precisa ser colocada em prática, esse é o papel deste pilar na educação.

Lembrando que os quatro pilares não devem ser usados apenas na educação durante a fase escolar, é uma educação para todo a vida, exatamente no momento que a humanidade tem a certeza que aprender é para sempre neste universo de grandes transformações.

APRENDER A CONVIVER

Pensando em como a humanidade está nos dias de hoje, percebemos como esse pilar é importante, inclusive para a preservação da espécie humana.

A empatia é fundamental, se colocar no lugar do outro para entender os conflitos pessoais e sociais que existem e saber conviver com eles, amenizando aquilo que for possível.

Incentivar a colaboração no lugar da competição, mesmo dentro de uma economia de mercado. Será que tudo pode em função do lucro?

Entender o coletivo, entender como a sociedade funciona, esse entendimento é apresentado na escola, porém a prática dele deve ser constante. Existem atualmente muitas pessoas que dão sua opinião sobre diversos assuntos e nunca leram um livro, além dos que foram indicados na escola na época que estudavam. Neste quesito o Brasil perde feio para a maioria dos países, segundo a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, de 2015 para 2019 o Brasil perdeu leitores de 56% para 52% e os leitores leem em média 5 livros por ano. Media muito abaixo do ideal, desta forma as Fake News têm um território fértil para se desenvolver e produzir muitos conflitos pessoais e sociais no nosso país.

As atividades culturais, esportivas e sócias são importante para desenvolver esse pilar, porém no meio de uma pandemia o mais prudente é incentivar o convívio virtual, que com certeza não substitui, mas garante as relações saudáveis.

Outro ponto importante no Pilar Conviver é a solidariedade humana, essa sim pode ser realizada indistintamente, sem o objetivo de trocas ou ganhos, mas com a vontade simples e ajudar, contribuir a diminuir a dor de outra pessoa, seja emocional, ou econômica.

Respeitar o espaço dos outros, opiniões, escolhas e ideias, saber distinguir o que é liberdade de expressão e o que é crime, previsto no código penal é fundamental nos dias de hoje.

Esse pilar não consegue se manter sem os outros a necessidade de conhecer, fazer e ser é necessário para convive bem com as outras pessoas.

APRENDER A SER

Nesse pilar vou reproduzir o texto do documento da UNESCO Um tesouro todo azul, por sua importância e clareza.

“... a educação de contribuir para o desenvolvimento total da pessoa – espírito e corpo, inteligência, sensibilidade, sentido estético, responsabilidade pessoal, espiritualidade. ”

“ Conferir a todos, liberdade de pensamento, discernimento, sentimentos e imaginação de que necessitam para desenvolver os seus talentos e permanecerem, tanto quanto possível, donos do seu próprio destino. ”

“Convêm, pois, oferecer as crianças e aos jovens todas as ocasiões possíveis de descoberta e experimentações – estética, artística, desportiva, científica, cultural e social. “

“ Numa altura em que os sistemas educativos formais tendem a privilegiar a o acesso ao conhecimento em detrimento de outras formas de aprendizagem, importa conceber a educação como um todo. Esta perspectiva deve, no futuro, inspirar e orientar as reformas educativas, tanto em nível da elaboração de programas como da definição de novas políticas públicas. ”

Será que a sociedade está preparada para respeitar as escolhas das pessoas, e será que as pessoas sabem o que são e o que querem ser, ou são direcionadas pela sociedade de consumo que vivemos atualmente.

Observando os quatro pilares da educação é possível perceber a complexidade de estar dentro de uma escola, dentro de uma sala de aula, ensinar sobre álgebra ou sobre a Segunda Guerra tem por traz todos os pilares que precisam ser construídos com os alunos, para que a sua formação seja completa e adequada.

Diante do exposto   sempre tenho em mente: Ser professor não é simples como muitos pensam e por isso deveria sem muito mais valorizado em sua tarefa de ensinar.

Silvana Barboza 

Mestre em Políticas Públicas; Especialista em Gestão; Pedagoga; Professora de História e estudante de Neuropsicopedagogia e Criadora de Conteúdo no You Tube do Canal:  ALOCSE

https://www.youtube.com/watch?v=xv0N3BIM4Co

Comentários:
Cotidiano Escolar

Publicado por:

Cotidiano Escolar

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
REDEC
REDEC
REDECON
REDECON

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )