Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Quinta-feira, 25 de Julho de 2024
REDEC
REDEC

Policial

Fuzis e pistolas que seguiriam para Favela da Rocinha foram produzidos na Europa, diz polícia

Armamento e mais 750 quilos de maconha foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal

Portal Correio do Agreste
Por Portal Correio do Agreste
Fuzis e pistolas que seguiriam para Favela da Rocinha foram produzidos na Europa, diz polícia
Fuzis e drogas apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal — Foto: Divulgação PRF
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Quatro dos cinco fuzis apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta quarta-feira, na Rodovia Washington Luís, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foram fabricados na Sérvia, na Europa. O armamento estava em um caminhão e seria entregue na Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio. No mesmo veículo foram encontrados ainda duas pistolas calibre 40, dez carregadores e 750 quilos de maconha. A apreensão é mais um indício de que armas produzidas fora do país estão sendo usadas para fortalecer o poder bélico do crime organizado.

Um quinto fuzil é de fabricação nacional, mas trazia um brasão da Venezuela, indicando ter sido possivelmente desviado de alguma força de segurança daquele país. Já as pistolas apreendidas foram produzidas na Áustria, também na Europa. O material saiu de Manaus, no Amazonas, no Norte do país, e seria entregue na Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio. A comunidade tem o comércio de drogas comandado por John Wallace da Silva Viana, o Johny Bravo, um dos homens de confiança da cúpula da facção criminosa Comando Vermelho (CV). O armamento apreendido e a maconha foram levados para a Superintendência de Polícia Federal (PF), na Praça Mauá, no centro do Rio. A PF vai investigar como as armas apreendidas entraram no Brasil. No último domingo, o EXTRA revelou que, entre o dia 1º de janeiro de 2024 e o último dia 16 de abril, a Polícia Militar apreendeu 183 fuzis no Estado do Rio. Segundo levantamento feito pela PM, 101 destas armas foram encontradas em comunidades com territórios sob o domínio do CV.

O traficante John Wallace da Silva Viana, o Johny Bravo — Foto: Reprodução

Publicidade

Leia Também:

O traficante John Wallace da Silva Viana, o Johny Bravo — Foto: Reprodução

Outros 42 fuzis estavam em favelas controladas pela facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP), e 13 em áreas comandadas por milicianos. O restante foi apreendido em locais controlados pela facção Amigos dos Amigos ou em pontos sem uma quadrilha específica. As 183 armas deste tipo apreendidas no Rio nos quatro primeiros meses de 2024 superam o montante de 179 fuzis apreendidos em São Paulo em 2023.

Já no Rio de Janeiro, em 2023, a PM apreendeu 492 fuzis. Deste total, segundo um estudo da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Polícia Militar, 55% foram fabricados fora do Brasil. Entre os nove países onde esse armamento foi produzido estão Estados Unidos, Turquia, República Tcheca, Alemanha e Israel. A maioria dos fuzis (255), incluindo três armas de calibre ponto 30, capazes de derrubar helicópteros, foi apreendida em favelas controladas pelo Comando Vermelho (CV).

Depois do CV, o TCP foi a facção com mais áreas em que houve apreensões de fuzis, num total de 140, em 2023. Outras 31 armas desse tipo acabaram sendo retiradas de redutos explorados por milicianos; 15 estavam em áreas da facção Amigos dos Amigos.

 

Quarenta fuzis foram encontrados em locais sem influência de facções, como estradas e rodovias, dez em pontos não identificados por algum tipo de falha nos registros e um numa área dividida entre o CV e a milícia. Dados do documento mostram que o fuzil fabricado pela americana Colt foi o mais encontrado com os criminosos. Foram apreendidas 199 armas, que, no calibre 5,56, podem disparar de 700 a 830 tiros por minuto.

 

https://extra.globo.com/rio/casos-de-policia/noticia/2024/04/fuzis-e-pistolas-que-seguiriam-para-favela-da-rocinha-foram-produzidos-na-europa-diz-policia.ghtml

 
 
FONTE/CRÉDITOS: extra.globo.com
Comentários:
REDECON
REDECON
JATOBÁ
JATOBÁ

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )