Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Notícias Bomba

Styvenson admite erro em declaração sobre violência contra mulher e fala sobre Joice Hasselmann: “Curioso para saber”

Parlamentar eleito pelo Rio Grande do Norte também comentou declarações feitas em relação à deputada federal Joice Hasselmann

Styvenson admite erro em declaração sobre violência contra mulher e fala sobre Joice Hasselmann: “Curioso para saber”
Senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) - Foto: Edilson Rodrigues / Senado
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Em entrevista à Rádio 98 FM, nesta segunda-feira, 26, o Senador Styvenson Valentim (Podemos) comentou sobre as polêmicas que envolvem a deputada federal Joice Hasselmann, que o Senador alegou que o resultado de fraturas no rosto da parlamentar teria sido causado por uso de drogas ou então por traição ao marido, e também agressão a uma mulher no interior em Santo Antônio, interior do Rio Grande do Norte. Logo no início da entrevista, o parlamentar admitiu que errou e tentou explicar a declaração. “Pelo vídeo que assiste passa isso mesmo. Foi uma péssima expressão da ocorrência de Santo Antônio a qual eu procurava entender. (…) Fui infeliz na fala? Fui. Usei o vocabulário equivocado? Errado? Usei. Usei o verbo ‘merecer’, usei ‘tapas bons’ no sentido de ser firme, de ser uma agressão contundente feita pelo PM. Mas durante a fala, eu busco querer entender o motivo daquela violência em relação à policial”, disse. Ele disse que foi apurar a ocorrência e que voltaria atrás a ponto de mudar a fala em relação à declaração polêmica. “Mudaria totalmente porque dei uma entrevista e me expressei de outra forma, uma forma mais clara em relação ao tipo de violência que não é só a mulher que passa, mas qualquer cidadão hoje está passando por alguns PMs (…) Por parte da mulher, em relação à essa fala como foi interpretada, e eu admito quando erro. Ser homem é admitir nossos erros”, declarou. Ele também se mostrou incomodado com uma nota de repúdio da bancada feminina do Senado, presidida por Simone Tebet (MDB/MS). “(…) me espantou porque não fui procurado nem para explicar o que aconteceu. (…) Dois pesos e duas medidas. Estou lado a lado de pessoas com rastro de corrupção. Senadores que esconderam dinheiro dentro da cueca, com acusação de estupro e sobre isso ninguém viu nota de repúdio”, comentou. Caso Joice Hasselmann O senador Styvenson Valentim debochou das agressões sofridas pela deputada federal Joice Hasselmann (sem partido) na semana passada. Ele se pronunciou sobre o caso em uma live nas redes sociais. Na ocasião, Valentim também relativizou agressões contra a mulher, dizendo não saber o que ela fez para merecer apanhar. “E aquela deputada feminista que apareceu com oito fraturas na cara agora, querendo livrar a cara do marido?”, perguntou um participante da live ao senador. A deputada registrou boletim contra o senador Styvenson Valentim por calúnia, injúria e difamação. “Ele me acusou de um ato criminoso. Disse que usei drogas”, afirmou Joice. “Ela está no direito dela. Se eu falei, e falei na live como todo mundo viu, direito dela me colocar na justiça, Conselho de Ética, fazer tudo isso. Agora eu não tenho como provar algo que muita gente sabe que no meio político, no meio artístico, no meio de tanto estresse as pessoas consomem, ou não, drogas. O que fica estranho é depois de cinco ou seis dias a pessoa relatar uma ocorrência de danos físicos. Também fico curioso para saber o que aconteceu com ela. Eu moro em Brasília, em um apartamento funcional, e vou dizer a vocês que é bem seguro. É muito seguro”, declarou.


FONTE/CRÉDITOS: Agora RN
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!