Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Potigás começa a se preparar para novo mercado de gás no País

Presidente da empresa conseguiu contornar as multas que a empresa potiguar de gás teria de pagar à Petrobras por quebra de contrato
Potigás começa a se preparar para novo mercado de gás no País
Presidente da Potigás, Larissa Gentile, durante evento no Ministério de Minas e Energia

OUVIR NOTÍCIA

A Petrobras acaba de renovar os contratos de suprimento de gás natural com 12 distribuidoras estaduais de gás canalizado, entre elas a Potigás, do Rio Grande do Norte. Com isso, a estatal continuará fornecendo o gás e a empresa potiguar cuidará da distribuição.

Nos últimos dias de 2019, a presidente da Potigás, Larissa Dantas Gentile, conseguiu contornar as multas que a empresa potiguar de gás teria de pagar à Petrobras por quebra de contrato motivada pela queda no consumo.

A compra inferior à prevista foi causada pelo fechamento de empresas, especialmente a Coteminas, que não comunicou com antecedência que deixaria a lista de clientes de gás natural canalizado no Rio Grande do Norte.

“Superado esse problema, vamos voltar agora todas as atenções para o novo mercado do gás, com a chega de outros players ao RN”, diz a engenheira e advogada, que ocupou a vice-presidência do Sindicato da Construção Civil até ser convidada pela governadora Fátima Bezerra para assumir o comando da Potigás.

No final do ano, Larissa esteve reunida no Rio, com o gerente de gás da Petrobras, Rodrigo Costa Lima e Silva, para conversar, entre outros assuntos, sobre o andamento do projeto federal do novo mercado de gás, programa coordenado pelo Ministério de Minas e Energia.

“Obtivemos dele o compromisso que este deverá ser um processo rápido e transparente, e estamos nos preparando para esse novo tempo de mercado aberto, dinâmico e competitivo”, diz Larissa.

Urgência

Enquanto a abertura do mercado do gás planejada pela equipe do ministro Paulo Guedes não acontece, só a Petrobras tem condições de ofertar chamadas públicas para venda do gás natural em 2020 e 2021.

“A nossa expectativa é que, com a entrada de novos players e o consequente aumento da oferta de gás, os preços baixem na ponta, abrindo as portas desse consumo para um número crescente de consumidores”, diz Larissa.

Lembra que, já a partir de primeiro de janeiro de deste ano, a Potigás terá um preço menor de quase 10% sobre o metro cúbico de gás natural, sendo que 2,8% dessa queda já foi repassada ao consumidor no último trimestre de 2019.

Novo mercado

O projeto Novo Mercado de Gás foi lançado em 23 de julho último para criar concorrência, atrair investimentos internos e externos e reduzir os preços para o consumidor final do mercado de gás natural.

Por conta desse planejamento, foi criado o Comitê de Monitoramento para a Abertura do Mercado de Gás Natural, composto por representantes dos Ministérios da Economia, de Minas e Energia e do Gabinete Civil da Presidência, além de membros da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Novo programa quer quebrar monopólio

O próprio governo não esconde que a ideia central do programa é a quebra do monopólio da Petrobras no mercado de gás natural. Até recentemente, a estatal manteve controle sobre os principais elos da cadeia de gás, como refino, transporte, comercialização e distribuição, matando qualquer concorrência nesses setores.

Atualmente, o Brasil tem o gás natural mais caro da América Latina, segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Enquanto aqui o produto é comercializado por quase US$ 14 por milhão de BTU, na Europa – onde muitos países dependem de gás importado – o preço é de US$ 7 a US$ 8.

Como pano de fundo para o novo programa, o Cade e a Petrobras assinaram, em julho, um Termo de Compromisso de Cessação de Prática (TCC). No documento, a estatal se comprometeu a liberar a capacidade contratada e não utilizada em gasodutos de transporte, além do acesso de terceiros a todas as infraestruturas essenciais ao setor de gás natural. Estas são os gasodutos de escoamento, as unidades de processamento de gás natural e os terminais de GNL. Em troca, o Cade encerraria processos de conduta anticoncorrencial que poderia mover contra a empresa.

Será necessário que a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) elabore arcabouço regulatório para permitir a operação do setor de gás natural com múltiplos agentes nos diversos elos da cadeia.

Neste caso, a Petrobras se comprometeu a encerrar sua participação em 19 das 27 distribuidoras estaduais de gás natural.

No novo mercado, os governos estaduais deverão adotar medidas regulatórias que incluiriam a criação de agências reguladoras independentes (no RN já existe a Arsep), a regulamentação do consumidor livre, do autoprodutor (a Potigás já eviou um projeto de lei o para a Assembleia), dentre outras providências.

Fonte

Potigás/Divulgação

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Policial
Motorista causa acidente e foge, mas é preso após voltar para pegar o carro
Motorista causa acidente e foge, mas é preso após voltar para pegar o carro
VISUALIZAR
BRASIL
Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país
Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país
VISUALIZAR
Senador Georgino Avelino
AULAS DA ESCOLA JOSÉ ALVES ACIOLE EM CARNAÚBA INICIAM NA PRÓXIMA SEGUNDA (02)
AULAS DA ESCOLA JOSÉ ALVES ACIOLE EM CARNAÚBA INICIAM NA PRÓXIMA SEGUNDA (02)
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Brasileiro que estava em quarentena por causa do coronavírus chega ao RN
Brasileiro que estava em quarentena por causa do coronavírus chega ao RN
VISUALIZAR
NATAL RN
Terça do Carnaval de Natal tem shows em seis polos e mais blocos por toda cidade; veja...
Terça do Carnaval de Natal tem shows em seis polos e mais blocos por toda cidade; veja programação
VISUALIZAR
JUSTIÇA
Entenda critérios da legislação brasileira sobre processo de adoção no país
Entenda critérios da legislação brasileira sobre processo de adoção no país
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )