Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Mídia esconde áudio-bomba de Deltan e celebra fim da Previdência

A mídia conservadora voltou a atuar como um bloco, um rolo compressor de propaganda
Mídia esconde áudio-bomba de Deltan e celebra fim da Previdência

OUVIR NOTÍCIA

A mídia conservadora voltou a atuar como um bloco, um rolo compressor de propaganda contra os interesses do país e praticamente ignorou, nas últimas 24 horas, o áudio-bomba de Deltan Dallagnol; toda ela está inteiramente voltada para a pressão final sobre o Congresso com o objetivo de viabilizar o fim da Previdência Social tal como concebida pelos constituintes de 1988

 A mídia conservadora voltou a atuar como um bloco, um rolo compressor de propaganda contra os interesses do país e praticamente ignorou, nas últimas 24 horas, o áudio-bomba de Deltan Dallagnol. Toda ela está inteiramente voltada para a pressão final sobre o Congresso com o objetivo de viabilizar o fim da Previdência Social tal como concebida pelos constituintes de 1988.

Nem mesmo a Folha de S.Paulo, que foi censurada em 28 de setembro de 2018, a 12 dias das eleições, pela decisão de  Luiz Fux, do STF, deu qualquer destaque -o aúdio mereceu apenas uma notinha. O Jornal Nacional ignorou completamente o assunto.

Desde o começo da semana, há só um tema para a mídia conservadora, o mercado financeiro e as elites do país: a possibilidade de aprovar o projeto de quase extinção da Previdência Social no Brasil. Eles esfregam as mãos, esperando a aprovação em primeiro turno nesta quarta-feira (10). Para isso, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, estabeleceu um regime de censura na Casa: manifestantes estão vetados nas galerias e impedidos de circular em áreas próximas ao plenári e até deputados de oposição estão  proibidos de segurar faixas e cartazes contra a medida durante a votação -uma medida quase sem precedentes.

A pressão é brutal, a máquina de propaganda só se iguala, na história, à que funcionou para o golpe contra Dilma e a perseguição a Lula. A transferência do patrimônio nacional da Petrobrás para grandes grupos internacionais e a dos trilionários fundos da previdência pública para os bancos são os dois pontos-chave de toda a ofensiva da elite desde a derrota eleitoral de Aécio Neves em 2014.

Há um requinte de crueldade em toda esta pressão. Quem a executa? Os proprietários da mídia conservadora e os jornalista pagos a peso de ouro, os protagonistas do mercado financeiro, os rentistas, os parlamentares de direita e extrema-direita, a cúpula do governo Bolsonaro e do Judiciário: nenhum deles precisa da Previdência Social para se aposentar. Para eles e suas famílias, não haverá qualqer prejuízo com o fim do sistema de seguridade social inaugurado em 1988. Todo o prejuízo recairá sobre as costas das camadas médias e dos pobres do país. 

A mensagem das elites é clara: "faremos a reforma que o país precisa liquidando com o futuro de vocês".

Enquanto isso, as revelações bombásticas do Intercept e da Vaza Jato ficam relegadas a notas de rodapé - se tanto. 

Fonte

247

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Esportes
Lateral do América foi diagnosticado com tumor na região torácica
Lateral do América foi diagnosticado com tumor na região torácica
VISUALIZAR
Esportes
Alunos de escola pública de CG são medalhistas em competição de karatê
Alunos de escola pública de CG são medalhistas em competição de karatê
VISUALIZAR
Policial
Condenado por homicídio no RN é capturado no Amapá
Condenado por homicídio no RN é capturado no Amapá
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Governo do RN nomeia 57 agentes penitenciários concursados
Governo do RN nomeia 57 agentes penitenciários concursados
VISUALIZAR
Educação
Professora do RN vence prêmio nacional de educação com projeto que aponta problemas sociais
Professora do RN vence prêmio nacional de educação com projeto que aponta problemas sociais
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Sine oferece 200 vagas de trabalho no Rio Grande do Norte
Sine oferece 200 vagas de trabalho no Rio Grande do Norte
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )