Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Coronavírus deve causar perdas de mais de R$ 20 bilhões para o futebol europeu

Mais rica de todas as ligas da Europa, a Premier League, na Inglaterra, pode sentir no bolso um impacto de R$ 6,7 bilhões. Cerca de 62% desse valor (R
Coronavírus deve causar perdas de mais de R$ 20 bilhões para o futebol europeu
A Premier League anunciou no último dia 13 a suspensão do campeonato deste ano

OUVIR NOTÍCIA

Oprejuízo do novo coronavírus no futebol irá bem mais além do que somente paralisar os campeonatos. As previsões de especialistas em finanças são bastante sombrias sobre o quanto a modalidade vai se fragilizar e sofrer uma das maiores crises econômicas da história.

 

Apenas as cinco principais ligas nacionais da Europa (Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França) podem ter um impacto do equivalente a R$ 20 bilhões se os campeonatos não puderem ser retomados, segundo projeção da consultoria KPMG.

O estudo divulgado nesta semana o traça um panorama de como as principais competições vão sofrer por fatores como a falta de receitas em dias de jogo, perda de compromissos comerciais e o prejuízo pela falta de transmissão na TV. A situação atual dos campeonatos é de cancelamento, ainda sem uma confirmação de quando o calendário poderá voltar. A mais rica de todas as ligas é quem pode ter o maior golpe.

Apenas a Premier League, na Inglaterra, pode sentir no bolso um impacto de R$ 6,7 bilhões. Cerca de 62% desse valor (R$ 4,2 bilhões) se deve às transmissões de televisão pelo mundo afora, cujos valores são fixados de acordo com a quantidade de jogos exibidos pelos canais. s. Na opinião de especialistas ouvidos pela reportagem, apurar o impacto total do coronavírus no esporte é uma avaliação impossível.

A paralisação na Liga dos Campeões da Europa e o adiamento da Eurocopa são outros fatores de grande peso para enfraquecer o futebol, por envolverem uma cadeia de serviços ainda mais ampla do que as ligas nacionais como viagens de torcedores, verbas maiores de patrocínio e contratos maiores de TV.

Segundo a própria KPMG, no Brasil o duro golpe financeiro será pesado porque boa parte dos recursos depende principalmente dos times estarem em atividade. As rendas com bilheteria representam 15% da receita anual dos clubes e os contratos de TV são responsáveis por 12%.

Fonte

Getty Images

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Policial
Após roubo de carro, dois criminosos morrem em troca de tiros com PM em Parnamirim
Após roubo de carro, dois criminosos morrem em troca de tiros com PM em Parnamirim
VISUALIZAR
Mundo
Rússia concederá registro para a 1ª vacina contra coronavírus no dia 12
Rússia concederá registro para a 1ª vacina contra coronavírus no dia 12
VISUALIZAR
Futebol
Pivetti diz que definiu substitutos de Van e Maurício Ramos e que Marcelinho estreia pelo...
Pivetti diz que definiu substitutos de Van e Maurício Ramos e que Marcelinho estreia pelo Vitória
VISUALIZAR
Futebol
Alvo do Benfica, Bruno Henrique se manifesta: "Minha cabeça está focada no Flamengo"
Alvo do Benfica, Bruno Henrique se manifesta:
VISUALIZAR
Futebol
Santos contrata o técnico Cuca para substituir Jesualdo Ferreira
Santos contrata o técnico Cuca para substituir Jesualdo Ferreira
VISUALIZAR
BRASIL
Gasolina e energia elétrica puxam alta nos preços em julho
Gasolina e energia elétrica puxam alta nos preços em julho
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )