Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
JATOBÁ
JATOBÁ

FUTEBOL

Marquinhos revela reunião sobre técnico com a CBF

A tão aguardada reunião entre o presidente da CBF e os jogadores da seleção brasileira sobre

Marcone Pedro
Por Marcone Pedro
Marquinhos revela reunião sobre técnico com a CBF
Lucas Figueiredo / CBF
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
A tão aguardada reunião entre o presidente da CBF e os jogadores da seleção brasileira sobre a definição do futuro treinador ocorreu na noite de quarta-feira, segundo revelou o zagueiro Marquinhos. Os atletas foram informados da vontade de Ednaldo Rodrigues em aguardar por Carlo Ancelotti e optaram por falar pouco sobre o italiano "por respeito" a Ramon Menezes.
 

O potiguar Airton Lucas deve surgir como titular da Seleção para o jogo contra Guiné, amanhã

Ednaldo queria ouvir a opinião dos líderes do elenco verde amarelo, saber sobre outras opções, mas o assunto parece que ficará fechado às quatro chaves. Apesar de muitos jogadores não esconderem a predileção por Ancelotti, a dificuldade em trazê-lo de imediato deixa alguns meio sem jeito para falar sobre o assunto. Marquinhos foi um deles.

"Nosso presidente deu bastante informação. Tivemos uma reunião com ele e nos contou o plano que está realizando. Ele não tem uma definição ainda, vem trabalhando nos últimos detalhes. Acho que mais informações que isso, não podemos dar para não atrapalhar. Esse momento de escolha de treinador é muito delicado e a decisão final é dele", disse o defensor.

Marquinhos aproveitou para revelar que não há uma unanimidade no grupo e que quem for o escolhido será bem recebido. "A gente não tem preferência. É até delicado falar um nome, depois não acontece e ficaremos sem credibilidade", afirmou. "Temos de ser muito cautelosos. Temos o nosso treinador interino e não vamos faltar com respeito, é uma grande pessoa, que vem evoluindo muito e hoje vamos ajudá-lo ao máximo para que o trabalho seja bem feito."

Como um dos líderes da seleção, o defensor ainda pediu para terem calma, como adotou o grupo. "Deixamos o nosso presidente trabalhar com tranquilidade no nome do treinador. Ele é um presidente muito ativo no dia a dia da seleção e sempre está junto, vendo o que acontece. Sabemos que a única coisa que podemos fazer é dar alguns argumentos, mas ele é realmente a última voz. Ele que terá a decisão."

Brasil terá Vini JR com camisa 10 contra Guiné

O amistoso entre Brasil e Guiné ocorre neste sábado (17), às 16h30min. A partida será disputada no Estádio Cornellà-El Prat, em Barcelona, na Espanha. Este será o segundo jogo dos brasileiros após a Copa do Mundo. No Mundial do Catar, a Seleção Brasileira foi eliminada nas quartas de final, diante da Croácia. O time africano ocupa a 79ª colocada no ranking da Fifa. Numa ação de combate ao racismo, o Brasil jogará o primeiro tempo da partida contra Guiné com um uniforme todo preto. No segundo tempo, a Seleção voltará com a tradicional amarelinha.

O atacante Vini Jr usará a lendária camisa 10 da seleção brasileira nos amistosos contra Guiné, nesse sábado, e Senegal, na terça-feira. Antes, Vini Jr utilizava na Seleção o número 20, o mesmo que tinha no Real Madrid. Nessa temporada, porém, ele mudou e assumiu a camisa 7 do clube espanhol. Na última partida do Brasil, amistoso contra Marrocos, em março, Rodrygo ficou com a camisa 10 na ausência de Neymar - o craque o Paris Saint-Germain.

FONTE/CRÉDITOS: Tribuna do Norte
REDEC
REDEC
REDECON
REDECON

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )