Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Quinta-feira, 25 de Julho de 2024
JATOBÁ
JATOBÁ

Geral

APÓS NOTÍCIA DE ROMBO MILIONÁRIO EM AREZ: EX – CHEFE DE GABINETE NARRA SUA VERSÃO SOBRE O FATO

No fato, são narrados 06 itens que segundo informação das redes, dívidas deixadas, acompanhe!

Marcone Pedro
Por Marcone Pedro
APÓS NOTÍCIA DE ROMBO MILIONÁRIO EM AREZ: EX – CHEFE DE GABINETE NARRA SUA VERSÃO SOBRE O FATO
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Após uma publicação que circulou nas redes sociais da cidade de Arez acerca de um rombo milionário, deixado pela gestão anterior, entrei em contato com o ex – chefe de gabinete da prefeitura municipal Rubens Cunha na última sexta - feira, dia 15 de janeiro, para narrar sua versão sobre o fato anunciado. Em conversa com este colunista, o ex – secretário narrou ponto a ponto, cada item frisado.

Sobre a dívida do INSS e FGTS no valor de 423 MIL, o ex – secretário destacou: Realmente foi agora do mês de dezembro, do 13º, e geralmente o prefeito não consegue pagar (o mês de dezembro é o salário e o décimo) então você tem que pagar a previdência do salário e a previdência do décimo, nós pagamos o décimo, pagamos os salários e pagamos uma previdência, ficou a outra previdência, que é esta ai, realmente o próximo prefeito que paga.

Sobre a empresa HD no valor de 200 mil – “O lixo era pago todo dia 10, então agora dia 10 de Janeiro já é para o prefeito Bergson quitar referente ao mês de dezembro, o contrato da empresa de lixo vai até junho, então foi conversado com o rapaz da HD e ele falou que teria falado com o prefeito Bergson, que iria continuar e que não teria problema que ficasse para dia 10 o pagamento, que geralmente era pago no dia 10, então se o prefeito pagou agora no dia 10, já está quitado, tudo em dia."

Publicidade

Leia Também:

Sobre os salários atrasados; “Realmente nós pagamos toda a folha, faltou só a parte da saúde, que geralmente entra no dia 04 ao dia 06, até o dia 10 completava a folha da saúde. A saúde não tem como se manter, geralmente o município é quem arca com o complemento da folha da saúde, e houve esse erro também que o funcionário do banco trocou, pagou dois lotes da saúde, que não era pra ter pago, com dinheiro da educação.

Em relação a dívida ativa do INSS de mais de 05 milhões: Essa dívida ativa é a dívida deixada pelo ex – prefeito Dr. Erço, que ficou devendo esse valor a previdência, isso quando assumimos pegamos mais de 30 pendências, tiramos todas, e ficou esta pendência e uma outra que voltou agora do FGTS, essa da previdência Erço deixou correr velhia e foi gerado processo na procuradoria, eu por vários anos mandei a nossa assessora dos recursos humanos Socorro Moura para tentar um parcelamento para quitar e Arez até limpar o nome sair do CAOC limpando isso, mas por vários anos a gente não consegue porque a procuradoria o limite muito pouco de parcelas, com isso a folha seria afetada, por isso não teríamos como pagar, e não tivemos como tirar essa pendência, por isso foi devolvido a eles de novo, para tentarem encontrar uma solução. Então, é uma previdência, mas foi toda do mandato de Erço. Não tem nenhuma do nosso mandato, todos os meses a nossa foi paga.

Sobre outro item, do posto de gasolina: A dívida do Posto foi nós que deixamos, porque, somamos tudo para folha e pagamos muita coisa do combustível e ainda ficou essa de 37 mil, um valor irrisório, se ele ver os valores que ficaram nas contas.

Sobre o empréstimo da Caixa Econômica – Consignado; “A gente tinha um dinheiro na Caixa Econômica e a caixa reconheceu que teria de devolver a prefeitura, no ano passado 115 mil reais, e a gente também tinha valores que iriam acumulando dos tributos. O gerente que estava antigamente ele descontava e o novo gerente não estava descontando, e agora no mês de dezembro nós fomos lá e tínhamos valores e mandamos descontar três meses, sendo que tínhamos seis meses lá, descontamos três meses da dívida que lá tinha que já se encaixa e mandamos fazer o confronto com o dinheiro que a caixa deve para zerar, então não existe esse débito, existe o débito mas já tem o dinheiro na caixa para zerar.” frisou

Acerca da dívida de medicamentos: Realmente ficamos devendo esses 44 mil reais, entre medicamentos e materiais odontológicos, hospitalar, que é um valor muito irrisório também, mas que realmente tudo isso aconteceu, porque o governo agora dia 10 de dezembro ele colocou o dinheiro na conta da prefeitura e levou de volta 500 mil de novo.

Esta foi a versão do ex – chefe de gabinete da prefeitura de Arez, Rubens Cunha.

FONTE/CRÉDITOS: Marcone Pedro
Comentários:
Marcone Pedro

Publicado por:

Marcone Pedro

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
REDECON
REDECON
REDEC
REDEC

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )