Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Moro cria polícia política contra Greenwald, aponta Carta Capital

Carta Capital denuncia que o ex-juiz Sergio Moro estaria criando uma polícia política contra o jornalista
Moro cria polícia política contra Greenwald, aponta Carta Capital

OUVIR NOTÍCIA

Carta Capital denuncia que o ex-juiz Sergio Moro estaria criando uma polícia política contra o jornalista Glenn Greenwald; deputado Ivan Valente (PSOL-SP) apresentou requerimento de informações ao ministro; se o ex-juiz não responder em até 30 dias ou se mentir, correrá o risco de ser acusado de crime de responsabilidade

Uma reportagem da revista Carta Capital desta semana reforça que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, determina uma "polícia política" contra o jornalista Glenn Greenwald, um dos fundadores do site Intercept Brasil, responsável pro divulgar os escândalos da Operação Lava Jato em que o ex-juiz tentou interferir no trabalho de procuradores.

A PF pediu informações sobre Greenwald ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão federal de vigilância de movimentações bancárias suspeitas, pois, de acordo com o atual ministro, Greenwald pagou hackers para obter os diálogos de Moro.

Outro detalhe, destaca a revista, é que, a pedido de um deputado bolsonarista, José Medeiros (Pode-MT), a PF quer investigar se o jornalista comprou o mandato de Jean Wyllys (PSOL-RJ). Ao ir morar na Europa com medo de morrer, Wyllys abriu a vaga assumida por Miranda, casado com Greenwald.

A cúpula da PF também tem uma dívida de gratidão com Moro. Seu diretor-geral é o delegado que chefiou a PF no Paraná durante a Lava Jato, Mauricio Valeixo. Foi escolhido por Moro para o cargo atual. O mesmo vale para o diretor de Investigação e Combate ao Crime Organizado, Igor Romário de Paula.

O líder do PSOL na Câmara dos Deputados, Ivan Valente (PSOL-SP), apresentou um requerimento de informações ao ministro. Esse tipo de requisição é uma prerrogativa parlamentar. O congressista quer saber se há um inquérito específico sobre Greenwald, se o Coaf prestou informações sobre o americano e outros jornalistas, e se Moro tem acesso ao eventual inquérito, além de ouras informações. O PSOL também foi à Procuradoria-Geral da República pedir apuração sobre eventual improbidade da parte de Moro nesse episódio.

Se o ex-juiz não responder em até 30 dias ou se mentir, correrá o risco de ser acusado de crime de responsabilidade.

Em nota, o Coaf nega ter recebido um pedido da PF.

Confira a imagem:

Fonte

247

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Senador Georgino Avelino
Câmara aprova requerimento da vereadora Nininha para doação de cestas básicas à famílias...
Câmara aprova requerimento da vereadora Nininha para doação de cestas básicas à famílias carentes do município
VISUALIZAR
Senador Georgino Avelino
Projeto de Lei da Vereadora Maria que institui a medalha do mérito educacional no município...
Projeto de Lei da Vereadora Maria que institui a medalha do mérito educacional no município é aprovado por unanimidade
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
PRF vai leiloar 820 veículos retidos no RN
PRF vai leiloar 820 veículos retidos no RN
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Privatização da Caern renderia aos cofres do Estado R$ 1,6 bilhão, aponta União
Privatização da Caern renderia aos cofres do Estado R$ 1,6 bilhão, aponta União
VISUALIZAR
NORDESTE
Sobe para dois número de mortos em desabamento de prédio
Sobe para dois número de mortos em desabamento de prédio
VISUALIZAR
MOSSORÓ RN
Três homens são assassinados em cerca de 2 horas em Mossoró, RN
Três homens são assassinados em cerca de 2 horas em Mossoró, RN
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )