Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Notícias Entretenimento

Compositor da música Ilariê nega pacto de Xuxa com o diabo

"Inventaram que era uma palavra de um dialeto africano, sendo que fui eu que inventei", disse Cid Guerreiro

Compositor da música Ilariê nega pacto de Xuxa com o diabo
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Cid Guerreiro compôs um dos maiores sucessos de Xuxa. Ilariê foi entoada por todas as pessoas na década de 1980 e fez com que a carreira da cantora e apresentadora explodisse na época. Porém, por muito tempo, houve um boato de que essa música tinha sido feita com um pacto com o diabo. Isso porque segundo algumas pessoas, se você colocasse a música de trás para frente passava uma mensagem subliminar sobre o “Coisa Ruim”.

Hoje convertido a Igreja Evangélica, Cid Guerreiro revelou que a música não está relacionada a uma possível conexão com o diabo, e que isso não passou de invenção do público.

“O boato surgiu dentro da Igreja Evangélica. Falavam que era um ex-bruxo que virou pastor e espalhava que Ilariê tinha a ver com ‘erê’, as crianças do candomblé, que a Igreja considera como pequenos demônios”. “Inventaram que era uma palavra de um dialeto africano, sendo que fui eu que inventei. Esse cara dizia que eu fiz o pacto e entreguei a música para a Xuxa. Ela era o alvo.”

FONTE/CRÉDITOS: METRÓPOLES
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!