Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Adiamento do Enem 2020 embaralha todo o calendário universitário de 2021

Se a alteração for por 60 dias, provas seriam em janeiro e aprovações só sairiam em março ou abril; vestibulares com vagas que dependem do Enem devem
Adiamento do Enem 2020 embaralha todo o calendário universitário de 2021
Ministro da Educação, Abraham Weintraub

OUVIR NOTÍCIA

OExame Nacional do Ensino Médio (Enem), que deve ter mais de 4 milhões de participantes neste ano, foi enfim adiado nesta quarta (20) pelo Ministério da Educação (MEC). Esta será a segunda vez na história do maior vestibular do País que ele deixará de ser feito na data marcada; a primeira foi quando a prova foi roubada em 2009, conforme revelado pelo Estadão.
A mudança, que o Congresso Nacional já havia começado a decidir na terça-feira (19), e era pedida havia semanas por secretários de Educação, universidades e estudantes, vai dar mais tempo para alunos pobres se prepararem. Mas também embaralha todo o calendário de outros vestibulares e o ano letivo de 2021.

As universidades federais, que são a maioria de vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), já haviam pedido o adiamento da prova para que fossem discutidas também as condições de segurança sanitária em que o exame será realizado. Deve ser muito provável que as salas, normalmente com cerca de 40 alunos durante o Enem, tenham de ter menos estudantes.

Segundo o Estadão apurou, o Inep ainda não tem um estudo dessas mudanças, que preveem também medidores de temperatura na entrada dos prédios. Os técnicos do órgão foram pegos de surpresa ontem com a ordem do ministro para adiar a prova; o assunto seria discutido na diretoria no mesmo dia, mais tarde.

“Com o adiamento, a gente pode pensar melhor a chegada dos novos estudantes”, diz a reitora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Soraya Smaili. Para ela, embora não haja plano de redução do número de vagas para alunos novos, discute-se estruturar turmas menores, com salas mais amplas, porque os cuidados sanitários podem ter de ser adotados em 2021.

Heloisa Mendes, de 17 anos, faz ensino médio em uma escola técnica estadual e gostou do adiamento. Ela diz que tem o “privilégio” do acesso à internet, mas é difícil absorver o conteúdo da aula online. “Em uma pandemia, a gente tem de se preocupar com o coronavírus e os estudos”.

Fonte

agora rn

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

BRASIL
Auxílio deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300
Auxílio deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300
VISUALIZAR
COVID 19
RN tem aumento de 200% no uso de anestésicos e betabloqueadores, diz jornal
RN tem aumento de 200% no uso de anestésicos e betabloqueadores, diz jornal
VISUALIZAR
Economia
Comércio varejista no país eleva em 40% a provisão para calotes
Comércio varejista no país eleva em 40% a provisão para calotes
VISUALIZAR
Saúde
Covid-19: Rio cria gratificação para médicos que atuarem em UTI
Covid-19: Rio cria gratificação para médicos que atuarem em UTI
VISUALIZAR
Mundo
Sobe para 27 total de mortos por chuvas em El Salvador
Sobe para 27 total de mortos por chuvas em El Salvador
VISUALIZAR
Mundo
Mais antiga estrutura de civilização maia é encontrada no México
Mais antiga estrutura de civilização maia é encontrada no México
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )