Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Até quando? Número de mortes no município preocupa, e o que estamos fazendo para mudar isso?

Até quando? Número de mortes no município preocupa, e o que estamos fazendo para mudar isso?
Foto: Reprodução

OUVIR POSTAGEM

A onda de mortes no município de Senador Georgino Avelino, tem causado certo medo. Ainda que de causas “naturais”, ou seja, doenças em gerais, a quantidade e a sequência é o que tem nos preocupado. Não tendo sequer tempo para que os moradores se recuperem de uma perda para outra, o clima é sem dúvida pesado entre os que ficam.
Num pequeno espaço de tempo, dentro de um período de apenas sete dias foram perdas consecutivas na cidade de Georgino Avelino. Fica com tudo isso, o nosso sentimento de solidariedade para com as familías de luto, e o de preocupação com os doentes.
Já passou pela sua mente de que poderia ter sido a sua mãe(pai) ou avó(ô)? Os números de CA (câncer) no município são assustadores e sobre tudo alarmantes, e o que nós estamos fazendo para reverter isso? 
O colapso que a saúde vem enfrentando não pode ser ignorado nem tão pouco esquecido, afinal as doenças tão devastadoras como o câncer não esperam, chegam dispostas a tirar a vida.
Quantos mais terão que morrer pra que se haja uma política de prevençâo? Na maioria dos casos o paciente chega a estar num estado já crítico da doença sem nem ter sido diagnosticado, ou seja, nem se quer tem chance de lutar pela própria vida, porque não resistiria a um tratamento.
Num dos casos mais recentes uma mãe de família morreu deixando para trás oito filhos, então acredito ser já um problema social. Tendo em vista o questionamento: o que será da criação destas crianças? Não poderia estar mais triste! Tenho hoje o significado da sigla SUS como: Seu último suspiro!

É hora de realmente, mudarmos nosso pensamento para apelar pela conscientização da sociedade, mostrar que estamos sendo vítimas, e de mãos atadas; o quão bom seria, se a classe política, não falo só municipal, mas todos se unissem e fizessem valer o seu dever, proporcionando uma saúde que o ser humano possa realmente se fazer valer dela. É triste perdemos entes queridos e sabermos que não podemos fazer nada, até mesmo quando ainda estão vivos, para combater esse mau, lamentavelmente é um pesar.

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Postagens

Sejamos sempre como namorados! –
Momento de Reflexão com Paiva Netto
Momento de Reflexão com Paiva NettoColunista

Sejamos sempre como namorados! –

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Proteção aos pequeninos
Momento de Reflexão com Paiva Netto
Momento de Reflexão com Paiva NettoColunista

Proteção aos pequeninos

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Felicidade, só com Fé e Boas Obras
Momento de Reflexão com Paiva Netto
Momento de Reflexão com Paiva NettoColunista

Felicidade, só com Fé e Boas Obras

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
A virtude da paciência
Momento de Reflexão com Paiva Netto
Momento de Reflexão com Paiva NettoColunista

A virtude da paciência

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Reflexão de Boa Vontade
Momento de Reflexão com Paiva Netto
Momento de Reflexão com Paiva NettoColunista

Reflexão de Boa Vontade

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Reflexão de Boa Vontade
Momento de Reflexão com Paiva Netto
Momento de Reflexão com Paiva NettoColunista

Reflexão de Boa Vontade

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Reflexão de Boa Vontade
Momento de Reflexão com Paiva Netto
Momento de Reflexão com Paiva NettoColunista

Reflexão de Boa Vontade

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Reflexão de Boa Vontade
Momento de Reflexão com Paiva Netto
Momento de Reflexão com Paiva NettoColunista

Reflexão de Boa Vontade

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )