Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Toffoli suspende decisão que impedia Doria de contratar professor temporário em SP

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Antonio Dias Toffoli, suspendeu uma liminar que proibia
Toffoli suspende decisão que impedia Doria de contratar professor temporário em SP

OUVIR NOTÍCIA

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Antonio Dias Toffoli, suspendeu uma liminar que proibia a contratação de professores temporários no estado de São Paulo; o ministro do Supremo atendeu um pedido de João Doria, do PSDB de São Paulo; a procuradora-geral Lia Porto Corona e o secretário de Educação, Rossieli Soares reuniram-se com Toffoli em Brasília e disseram ao ministro que 60 mil alunos da rede estadual estariam sob risco caso a liminar não fosse retirada

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Antonio Dias Toffoli, suspendeu uma liminar que proibia a contratação de professores temporários no estado de São Paulo. O ministro do Supremo atendeu um pedido de João Doria, do PSDB de São Paulo. A procuradora-geral Lia Porto Corona e o secretário de Educação, Rossieli Soares reuniram-se com Toffoli em Brasília e disseram ao ministro que 60 mil alunos da rede estadual estariam sob risco caso a liminar não fosse retirada.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "na capital paulista, 629 de todas as diretorias de ensino da cidade poderiam ficar sem professores de 1º a 5º ano do ensino fundamental. Outras 37 diretorias de ensino do estado, do total de 91, também seriam prejudicadas. As cidades mais afetadas pela medida seriam Campinas, Mogi Mirim, Americana, São Carlos e Araraquara, e Santo André."

E acrescenta: "na semana passada, o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, disse ao jornal Agora, do Grupo Folha, que edita a Folha, que os milhares de alunos de todo o estado seriam prejudicados pela falta de 8.500 professores. Até a decisão de Toffoli proferida neste sábado, os professores não poderiam mais ser recontratados temporariamente porque o Tribunal de Justiça acatou um pedido da Procuradoria-Geral de Justiça e considerou que a contratação precisa ser feita por concurso público."

Fonte

247

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Policial
Bandidos roubam carros, trocam tiros com a PRF na BR-101 e fogem por dentro de matagal na...
Bandidos roubam carros, trocam tiros com a PRF na BR-101 e fogem por dentro de matagal na Grande Natal
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Caminhão carregado de combustível pega fogo e explode na BR-304 no RN; veja vídeo
Caminhão carregado de combustível pega fogo e explode na BR-304 no RN; veja vídeo
VISUALIZAR
NATAL RN
Sargento da reserva da PM é assassinado durante assalto em Natal
Sargento da reserva da PM é assassinado durante assalto em Natal
VISUALIZAR
Policial
Situação sai de controle na greve da PM do Ceará
Situação sai de controle na greve da PM do Ceará
VISUALIZAR
GRANDE NATAL
Grande Natal tem sete praias impróprias para banho neste fim de semana
Grande Natal tem sete praias impróprias para banho neste fim de semana
VISUALIZAR
BRASIL
Coronavírus: Brasil expande vigilância de passageiros de 7 países asiáticos
Coronavírus: Brasil expande vigilância de passageiros de 7 países asiáticos
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )