Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Sarampo cresce 18% no país, alerta Ministério da Saúde

Entre 9 de junho e 31 de agosto, foram confirmados 2.753 casos e outros 15.430 estão em investigação.
Sarampo cresce 18% no país, alerta Ministério da Saúde
Desde 2000 nenhum caso de sarampo havia sido registrado no RN. Foto: OPAS/Divulgação

OUVIR NOTÍCIA

Entre 9 de junho e 31 de agosto, foram confirmados 2.753 casos e outros 15.430 estão em investigação. Bebês com suspeita da doença receberão vitamina A

 

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira, 4, que o número de casos de sarampo registrados no País cresceu 18% em uma semana. Entre 9 de junho e 31 de agosto, foram confirmados 2 753 casos e outros 15.430 estão em investigação. A pasta informou que vai oferecer para os Estados e o Distrito Federal cápsulas de vitamina A na concentração de 50 mil UI para casos suspeitos da doença em bebê com menos de 6 meses, faixa etária que não pode ser imunizada e que corre mais risco de ter complicações ou de morrer por causa da doença.

O vírus está circulando em 13 Estados e São Paulo tem o maior número de registros. De acordo com o balanço do ministério, foram 2.708 casos e três mortes no território paulista: dois bebês – uma menina de 4 meses em Osasco e um menino de 9 meses na capital; um homem de 42 anos, da capital, também foi vítima.

O levantamento mais atualizado de São Paulo, realizado pela Secretaria de Estado da Saúde, aponta que foram registrados 2 982 casos, dos quais 1.883 foram na capital. Os números do governo federal e estadual são diferentes porque o dado do País é atualizado com menos frequência.

“O Ministério da Saúde já destinou 1,6 milhão de doses extras da vacina tríplice viral a todos os Estados para garantir a dose extra contra o sarampo em todas as crianças de 6 meses a 11 meses e 29 dias. Só para os 13 Estados que estão em situação de surto ativo de sarampo, vão ser destinadas, 960.907 mil doses. Desse total, 56% já foi enviado para São Paulo, que concentra 99% dos casos.” Também há casos no Rio de Janeiro (15), em Pernambuco (12), em Santa Catarina (7) e no Distrito Federal (3)

A pasta diz que adquiriu 28,8 milhões de doses de vacina para garantir o abastecimento no Brasil até o próximo ano.

Vitamina A

Outro anúncio foi a disponibilização de cápsulas de vitamina A na concentração de 50 mil UI para casos suspeitos da doença em crianças com menos de 6 meses. Caso haja suspeita da doença, a criança deve tomar uma dose imediatamente e outra no dia seguinte.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tratamento restaura os níveis da vitamina, que podem cair durante a doença mesmo em crianças bem nutridas, e ajuda a evitar danos oculares e cegueira. Ainda de acordo com a OMS, suplementos de vitamina A demonstraram capacidade de reduzir o número de mortes por sarampo em 50%.

“A distribuição das cápsulas de 50 mil UI será iniciada para as unidades da federação em situação de surto, com o envio de 250 cápsulas (5 caixas) para São Paulo e 100 cápsulas (2 caixas) para cada estado em situação de surto de sarampo”, explica o ministério.

Atualmente, a pasta distribui cápsulas de 100 mil UI e 200 mil UI de vitamina A na rotina dos serviços de saúde dentro do programa de suplementação para crianças maiores de 6 meses.

Sobre o bloqueio vacinal, o ministério reforçou a necessidade de vacinação em até 72 horas de pessoas que tiveram contato com o caso suspeito, mas destacou que não há necessidade de revacinação de quem já tomou as doses e tem comprovação vacinal

Entenda o sarampo

O sarampo é uma doença grave e que pode levar à morte, mas pode ser evitada pela vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Ela integra o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e é aplicada aos 12 meses, com reforço aos 15 meses com a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela).

Até os 29 anos, a recomendação é tomar duas doses do imunizante. Entre 30 e 59 anos, a pessoa deve ser vacinada uma vez. Para quem não sabe se já tomou o número adequado de doses da vacina, a orientação é se vacinar.

Desde agosto, o Ministério da Saúde recomenda que crianças a partir de 6 meses sejam vacinadas contra a doença. Chamada de “dose zero”, a imunização não substitui as doses que devem ser tomadas aos 12 e 15 meses.

Quem já teve sarampo não precisa se vacinar, pois já possui os anticorpos para que a doença seja evitada. Clique aqui para saber mais sobre quem deve tomar a vacina.

Fonte

Agência Estado

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

BRASIL
Adeus, governo Bolsonaro
Adeus, governo Bolsonaro
VISUALIZAR
Política
JOÃO DA SOPA MUDA DE PARTIDO E DIZ QUE SERÁ PRÉ – CANDIDATO NAS ELEIÇÕES DESTE ANO EM...
JOÃO DA SOPA MUDA DE PARTIDO E DIZ QUE SERÁ PRÉ – CANDIDATO NAS ELEIÇÕES DESTE ANO EM GEORGINO AVELINO
VISUALIZAR
Economia
Governo repassa R$ 277 mil para premiados no 8° sorteio da Nota Potiguar
Governo repassa R$ 277 mil para premiados no 8° sorteio da Nota Potiguar
VISUALIZAR
NATAL RN
Tarifa de ônibus sobe para R$ 4,35 em Natal
Tarifa de ônibus sobe para R$ 4,35 em Natal
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Oito pessoas são presas no RN em operações da Seap no Carnaval
Oito pessoas são presas no RN em operações da Seap no Carnaval
VISUALIZAR
Esportes
Atleta paralímpico João Saci quer conquistar o Monte Everest
Atleta paralímpico João Saci quer conquistar o Monte Everest
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )