Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Previsão de crescimento econômico aumenta; estimativa de inflação cai

Projeção para a expansão do PIB passa de 0,81% para 0,83% este ano
Previsão de crescimento econômico aumenta; estimativa de inflação cai
Marcello Casal Jr./Agência Brasil

OUVIR NOTÍCIA

O mercado financeiro aumentou a projeção para o crescimento da economia e reduziu a estimativa de inflação para este ano. Segundo o boletim Focus, pesquisa divulgada todas as semanas pelo Banco Central (BC), a previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – foi ajustada de 0,81% para 0,83% neste ano.

Segundo a pesquisa, a previsão para 2020 também subiu, ao passar de 2,1% para 2,2%. Para 2021 e 2022 não houve alteração nas estimativas: 2,5%.

Ouça na Rádio Nacional:

Inflação

A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 3,76% para 3,71%. Não houve alteração nas estimativas para os anos seguintes: 3,90%, em 2020, 3,75%, em 2021, e 3,5%, em 2022.

A meta de inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é 4,25% em 2019, 4% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,5% em 2022, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6%. Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, a finalidade é conter a demanda aquecida e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Para o mercado financeiro, ao final de 2019 a Selic estará em 5% ao ano. Para o final de 2020, a estimativa permanece em 5,5% ao ano. No fim de 2021 e 2022, a previsão segue em 7% ao ano.

Dólar

A previsão para a cotação do dólar ao fim deste ano subiu de R$ 3,75 para R$ 3,78 e, para 2020, de R$ 3,80 para R$ 3,81.

Fonte

Agência Brasil

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Senador Georgino Avelino
APÓS REPRESENTAÇÃO NO MP; VEREADOR ELIAS RODRIGUES ACOMPANHA EQUIPE DA CAERN NO POÇO QUE...
APÓS REPRESENTAÇÃO NO MP; VEREADOR ELIAS RODRIGUES ACOMPANHA EQUIPE DA CAERN NO POÇO QUE ABASTECE CARNAÚBA
VISUALIZAR
Senador Georgino Avelino
VEREADOR ELIAS RODRIGUES ENTRA COM REPRESENTAÇÃO EM CARÁTER DE URGÊNCIA NO MINISTÉRIO...
VEREADOR ELIAS RODRIGUES ENTRA COM REPRESENTAÇÃO EM CARÁTER DE URGÊNCIA NO MINISTÉRIO PUBLICO CONTRA A CAERN
VISUALIZAR
Senador Georgino Avelino
APÓS FALTA D´AGUA POR QUASE 03 DIAS EM CARNAÚBA, CAERN FALA MOTIVO E DIZ QUE SITUAÇÃO JÁ...
APÓS FALTA D´AGUA POR QUASE 03 DIAS EM CARNAÚBA, CAERN FALA MOTIVO E DIZ QUE SITUAÇÃO JÁ ESTÁ NORMALIZADA
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Secretaria de Saúde recua e não pede à Polícia Civil investigação de homem que disse ter...
Secretaria de Saúde recua e não pede à Polícia Civil investigação de homem que disse ter tido contato com chineses no RN
VISUALIZAR
BRASIL
Construção de barragens subterrâneas transforma vida no campo potiguar
Construção de barragens subterrâneas transforma vida no campo potiguar
VISUALIZAR
MOSSORÓ RN
Dois poços de Mossoró seguem paralisados após a chuva do final de semana
Dois poços de Mossoró seguem paralisados após a chuva do final de semana
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )