Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Notícias Política

Possível aliança entre PT e MDB fica mais forte após encontro do deputado Walter Alves com Lula

"Namoro” tem sido ensaiado desde agosto passado, quando Lula esteve em visita oficial ao Estado e se reuniu com representantes do MDB no RN

Possível aliança entre PT e MDB fica mais forte após encontro do deputado Walter Alves com Lula
Lula se reuniu com Walter Alves e outras lideranças do MDB. Foto: Reprodução/Instagram
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma possível aliança política entre o PT e o MDB focando as eleições gerais de 2022 no Rio Grande do Norte voltou aos holofotes após o encontro entre o ex-presidente Lula e o deputado federal Walter Alves, durante reunião promovida pelo ex-senador Eunício Oliveira em sua residência em Brasília, na noite desta quarta-feira (6). O tema central do evento, que reuniu políticos de outras siglas, foi economia, política e desafios do Brasil, conforme o parlamentar.

Waltinho deixou escapar que a intenção do ex-presidente Lula, que é declaradamente pré-candidato à Presidência da República em 2022, é ter o MDB em seu palanque nacional e regional, no Rio Grande do Norte. No Estado, integrantes do MDB têm tido conversas com as lideranças nos municípios do interior para ouvir seus questionamentos e posicionamentos para um possível afinamento entre as siglas.

O fato é que esse “namoro” tem sido ensaiado desde agosto passado, quando Lula esteve em visita oficial ao Estado e se reuniu com representantes do MDB no RN, em jantar promovido na residência do senador Jean Paul Prates. Anfitrião da vez, o ex-senador Eunício Oliveira afirmou que o objetivo do encontro foi discutir a conjuntura política e os desafios para combater as desigualdades nacionais. “´Temos um compromisso com o país, com a democracia, com a soberania popular”, afirmou, em sua rede social.

O convidado original para o encontro era o ex-senador Garibaldi Alves Filho, pai de Waltinho, que não pode comparecer por motivos pessoais. Mesmo sem exercer mandato atualmente, Garibaldi, ex-ministro da Previdência Social durante o governo Lula, foi uma das figuras políticas de peso do MDB requisitadas para o encontro.

A possibilidade de uma aliança entre PT e MDB já foi cantada inclusive pela própria governadora Fátima Bezerra, no final do mês passado. Na ocasião, ela afirmou que o MDB era um partido importante para se ter como aliado em uma eleição e que esse é o desejo do ex-presidente Lula. E que o governo do Estado possui uma relação de cordialidade com as prefeituras geridas pelo MDB no Rio Grande do Norte.

FONTE/CRÉDITOS: Alessandra Bernardo
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!