Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Notícias Saúde

Por que devemos reduzir o consumo de manteiga e margarina?

Nutricionista Cris Perroni explica as diferenças entre as duas e dá dicas para diminuição do uso de gorduras na alimentação

Por que devemos reduzir o consumo de manteiga e margarina?
Manteiga eu atleta — Foto: Istock Getty Images
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Manteiga ou margarina? Manteiga ou manteiga ghee? Há grande dúvida sobre o consumo de gorduras. Que tipo de gordura devo usar em preparações?

A obesidade está em franco crescimento e doenças cardiovasculares são a maior causa de mortes no Brasil. Em ambos os casos, as gorduras, quando consumidas em excesso, têm impacto negativo. Gorduras trans e saturadas têm alta correlação com aumento do colesterol total e do LDl colesterol. E preparações ricas em gorduras possuem alta densidade energética, devem ser consumidas com moderação.

No caso de escolher entre manteiga e margarina, a manteiga é uma opção melhor. É um produto menos processado, com menos aditivos. Ainda assim, por ser rica em gorduras saturadas, o ideal é que se use em pequenas doses, apenas quando absolutamente necessário. Já a margarina é cheia de aditivos, altamente processada. Apesar de incluir fitoesterol, que atua da redução do colesterol, estudos apontam que essa redução só acontece com o consumo de a partir de 2g de fitoesteróis por dia nas grandes refeições. Há outras opções de alimentos naturais que oferecem o micronutriente, como nozes, castanhas e sementes.

Entenda a diferença entre manteiga, manteiga ghee e margarina:

 

  • Manteiga - É elaborada a partir do leite de vaca, gordura de origem animal. Apresenta cerca de 80% de gordura, na forma saturada e colesterol. É fonte de vitamina A e contém lactose.
    Exemplo:
    Manteiga Regina, composição nutricional: creme de leite pasteurizado / 1 colher de sopa contém 75 Kcal.
  • Manteiga Ghee - Manteiga clarificada muito utilizada na cultura indiana. Suporta altas temperaturas (até 190 graus). É elaborada através do cozimento lento da manteiga, que forma uma espuma que deve ser retirada e o líquido que ficar ao fundo é a manteiga ghee. Não contém lactose. Sua indicação é para indivíduos com intolerância à lactose.
  • Margarina - Feita principalmente à base de óleos vegetais ricos em gorduras insaturadas. Inicialmente continha maior proporção de gorduras trans produzidas na hidrogenação parcial. Atualmente, a grande maioria das marcas utiliza gorduras interesterificadas na sua preparação, como alternativa as gorduras hidrogenadas. Algumas marcas adicionam fitoesteróis, que atuam na redução dos níveis de colesterol total e LDL. Entretanto, fitoesteróis precisam de dose e momento específicos para terem efeito benéfico à saúde.
    Exemplo:
    Margarina Becel Pro activ, composição nutricional: água, óleos vegetais (líquido e interesterificado), fitoesteróis, sal, vitamina E (alfa tocoferol), vitamina A (palmitato de retinol), emulsificantes: mono e diglicerídeos de ácidos graxos e poliglicerol polirricinoleato, conservador: sorbato de potássio, acidulante: ácido cítrico, aromatizante, corantes: urucum e cúrcuma, sequestrante: EDTA calcio dissódico, antioxidantes: TBHQ e ácido cítrico. / 1 colher de sopa contém 35 kcal.

 

 

Dicas da Nutri:

 

 

  1. Quando pensamos em saúde e controle de peso, a indicação é utilizar a menor quantidade de gordura possível. Dê preferência a preparações assadas, grelhadas e cozidas;
  2. Prefira alimentos mais naturais e com menor quantidade de aditivos. Neste caso, manteiga possui vantagem sobre a margarina. A tendência hoje é reduzir o consumo de alimentos ultraprocessados e quando houver necessidade escolha alimentos “clean label”, mais naturais e com menor quantidade de ingredientes e aditivos. Dê uma olhada no rótulo e veja a quantidade de componentes antes de comprar;
  3. Sal, gordura e açúcar devem ser usados com moderação;
  4. O consumo de manteiga Ghee deve ser indicado para pacientes com intolerância à lactose, pois para os outros não possui benefícios extras comparada à manteiga comum;
  5. Estudos mostram que a suplementação de 2 gramas de fitoesteróis por dia junto às grandes refeições pode reduzir de 7% a 10% os níveis de colesterol total e LDL;
  6. Evite alimentos ricos em gorduras trans;
  7. Reduza a ingestão de alimentos ricos em colesterol;
  8. Reduza a ingestão de alimentos ricos em gorduras saturadas;
  9. Aumente a ingestão de alimentos ricos em fibras, como grãos integrais, frutas , vegetais, leguminosas e oleaginosas.

* As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do ge / Eu Atleta.

 

FONTE/CRÉDITOS: Rio de Janeiro
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!