Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Partido de Netanyahu aposta em jingle para mostrar apoio internacional: 'Vamos, Putin; Vamos, Trump'

Clipe é estratégia para ampliar força política do premiê, que enfrenta denúncias de corrupção. Ele tenta se manter
Partido de Netanyahu aposta em jingle para mostrar apoio internacional: 'Vamos, Putin; Vamos, Trump'
Clipe de Benjamin Netanyahu para eleições de Israel tem participação de artista pop — Foto: Netanyahu/Reprodução/Youtube

OUVIR NOTÍCIA

Clipe é estratégia para ampliar força política do premiê, que enfrenta denúncias de corrupção. Ele tenta se manter no cargo em 2ª eleição em menos de seis meses.

Em uma evidente estratégia para mostrar que conta com apoio de importantes potências internacionais, o Likud, partido do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, apostou em um clipe pop – com direito a breakdance, balões coloridos e artistas conhecidos da juventude de Israel – para a campanha das eleições israelenses marcadas para a próxima terça-feira (17). Veja vídeo aqui.

No plano interno, Netanyahu está com sua força política abalada por denúncias de irregularidades. Desde o fim de 2018, Netanyahu responde por acusações de corrupção, fraude e abuso de confiança em três diferentes casos. Recentemente, a sua mulher, Sara, reconheceu ter utilizado dinheiro público irregularmente para pagar refeições de luxo.

No clipe, o cantor Maor Edri, de 30 anos, convoca os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Rússia, Vladimir Putin, para irem a Jerusalém – cidade que a Casa Branca reconheceu como capital israelense e para onde transferiu a embaixada norte-americana.

"Vamos, Putin. Vamos, Trump. Vamos a Jerusalém", diz o refrão da música.

Com coreografia, DJ e cantor pop, jingle do partido Likud, de Benjamin Netanyahu, convoca jovens a votarem â?? Foto: Netanyahu/Reprodução/Youtube

A letra, acompanhada pelas batidas do DJ Gal Malka, ainda exalta os ganhos na economia israelense no período em que Netanyahu esteve à frente do país e homenageia as Forças de Defesa de Israel:

"Nosso é exército é forte, forte, seja na terra, no céu ou na água", canta Edri.

Benjamin Netanyahu aparece na praia em clipe de campanha para as eleições de Israel â?? Foto: Netanyahu/Reprodução/Youtube

Netanyahu ainda atua no vídeo e interage com o cantor. Em um momento, mais descontraído, o premiê aparece na praia rebatendo uma bola de tênis a dois frequentadores – que precisam se abaixar para não serem atingidos.

O próprio Netanyahu publicou o clipe nas suas redes sociais. "O novo hit de verão do Likud", classificou.

Campanha de Netanyahu usa fotos com Trump espalhadas por Tel Aviv, em Israel, em fevereiro â?? Foto: Jack Guez/AFP

A estratégia de demonstrar ter apoio de líderes estrangeiros não é nova. No início do ano, Netanyahu apareceu em outdoors ao lado de Trump e, mais recentemente, chegou a publicar um vídeo em que cumprimenta diversos chefes de estado e governo pelo mundo – entre eles, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Nas eleições de 9 abril, o Likud conseguiu uma vantagem apertada e Netanyahu conseguiu o sinal verde para formar um novo governo. Porém, fracassou após um racha na sua base aliada. Menos de dois meses depois, o Parlamento foi dissolvido e novas eleições marcadas para setembro.

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, chega a votação no Parlamento que decidiu pela convocação de novas eleições. â?? Foto: Ronen Zvulun/Reuters

No entanto, uma cisão na aliança entre partidos nacionalistas e religiosos levou Netanyahu a perder a maioria. Menos de dois meses depois das eleições, o Parlamento de Israel convocou um novo pleito, marcado para 17 de setembro.

A origem da celeuma estava na diferença entre os judeus ortodoxos e os partidos seculares de direita - grupos formavam a base de sustentação de Netanyahu.

O partido Yisrael Beitenu, do ex-ministro da Defesa Avigdor Lieberman, tentou aprovar uma lei obrigando jovens judeus ortodoxos a participarem do serviço militar obrigatório em Israel. A proposta irritou os integrantes religiosos da coalizão governista. Com o afastamento dos dois grupos, Netanyahu perdeu a maioria.

Fonte

G1

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Senador Georgino Avelino
APÓS REPRESENTAÇÃO NO MP; VEREADOR ELIAS RODRIGUES ACOMPANHA EQUIPE DA CAERN NO POÇO QUE...
APÓS REPRESENTAÇÃO NO MP; VEREADOR ELIAS RODRIGUES ACOMPANHA EQUIPE DA CAERN NO POÇO QUE ABASTECE CARNAÚBA
VISUALIZAR
Senador Georgino Avelino
VEREADOR ELIAS RODRIGUES ENTRA COM REPRESENTAÇÃO EM CARÁTER DE URGÊNCIA NO MINISTÉRIO...
VEREADOR ELIAS RODRIGUES ENTRA COM REPRESENTAÇÃO EM CARÁTER DE URGÊNCIA NO MINISTÉRIO PUBLICO CONTRA A CAERN
VISUALIZAR
Senador Georgino Avelino
APÓS FALTA D´AGUA POR QUASE 03 DIAS EM CARNAÚBA, CAERN FALA MOTIVO E DIZ QUE SITUAÇÃO JÁ...
APÓS FALTA D´AGUA POR QUASE 03 DIAS EM CARNAÚBA, CAERN FALA MOTIVO E DIZ QUE SITUAÇÃO JÁ ESTÁ NORMALIZADA
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Secretaria de Saúde recua e não pede à Polícia Civil investigação de homem que disse ter...
Secretaria de Saúde recua e não pede à Polícia Civil investigação de homem que disse ter tido contato com chineses no RN
VISUALIZAR
BRASIL
Construção de barragens subterrâneas transforma vida no campo potiguar
Construção de barragens subterrâneas transforma vida no campo potiguar
VISUALIZAR
MOSSORÓ RN
Dois poços de Mossoró seguem paralisados após a chuva do final de semana
Dois poços de Mossoró seguem paralisados após a chuva do final de semana
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )