Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Macron chama Bolsonaro de mentiroso e diz que França sairá do acordo UE-Mercosul

Ruralistas sofrem o primeiro grande prejuizo decorrente da insanidade bolsonarista. A França acaba
Macron chama Bolsonaro de mentiroso e diz que França sairá do acordo UE-Mercosul
(Foto: Reuters | PR)

OUVIR NOTÍCIA

Ruralistas sofrem o primeiro grande prejuizo decorrente da insanidade bolsonarista. A França acaba de anunciar que irá se opor a um acordo comercial com o Mercosul, que poderia abrir mercados para os produtos nacionais. Presidente francês, Emmanuel Macron, justificou a não ratificação do acordo afirmando que Jair Bolsonaro “mentiu” sobre os compromissos ambientais assumidos pelo Brasil durante a reunião de cúpula do G20, no Japão

Os incêndios florestais que devastam a Amazônia há 20 dias, incentivados pelo desmonte dos orgãos de fiscalização ambiental e pelas declarações de incentivo ao desmatamento feitas por Jair Bolsonaro, já resultaram no primeiro grande prejuízo internacional ao agronegócio., Segundo a Agência de Notícias France Press, A França acaba de anunciar que irá se opor ao acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul, o que fecha a entrada de produtos agropecuários brasileiros nos principais mercados europeus.

Para o presidente francês, Emmanuel Macron, Bolsonaro “mentiu” sobre os compromissos ambientais assumidos pelo Brasil, o que levou a decisão da França de não ratificar o tratado comercial entre a UE e o Mercosul. "Dada a atitude do Brasil nas últimas semanas, o presidente da República só pode constatar que o presidente Bolsonaro mentiu para ele na cúpula (do G20) de Osaka", disse o governo francês por meio de nota. “O presidente Bolsonaro decidiu não respeitar seus compromissos climáticos nem se comprometer com a biodiversidade”, complementa o texto. 

Nesta sexta-feira (23), a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o da Irlanda, Leo Varadkar, manifestaram apoio à solicitação do presidente francês, Emmanuel Macron, de debater o desmatamento no Brasil durante a cúpula do G7, neste final de semana, em Biarritz, na França  (leia no Brasil 247). 

Neste final de semana, os principais jornais da Alemanha já haviam criticado duramente o desmonte ambiental promovido pelo governo Jair Bolsonaro e a falta de ações efetivas para conter os incêndios. Em seus editoriais, os jornais defendiam a adoção de sanções ao Brasil como forma de pressionar o país a rever a questão ambiental (leia no Brasil 247). 

Fonte

247

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

BRASIL
Adeus, governo Bolsonaro
Adeus, governo Bolsonaro
VISUALIZAR
Política
JOÃO DA SOPA MUDA DE PARTIDO E DIZ QUE SERÁ PRÉ – CANDIDATO NAS ELEIÇÕES DESTE ANO EM...
JOÃO DA SOPA MUDA DE PARTIDO E DIZ QUE SERÁ PRÉ – CANDIDATO NAS ELEIÇÕES DESTE ANO EM GEORGINO AVELINO
VISUALIZAR
Economia
Governo repassa R$ 277 mil para premiados no 8° sorteio da Nota Potiguar
Governo repassa R$ 277 mil para premiados no 8° sorteio da Nota Potiguar
VISUALIZAR
NATAL RN
Tarifa de ônibus sobe para R$ 4,35 em Natal
Tarifa de ônibus sobe para R$ 4,35 em Natal
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Oito pessoas são presas no RN em operações da Seap no Carnaval
Oito pessoas são presas no RN em operações da Seap no Carnaval
VISUALIZAR
Esportes
Atleta paralímpico João Saci quer conquistar o Monte Everest
Atleta paralímpico João Saci quer conquistar o Monte Everest
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )