Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Governo federal libera mais R$ 4 milhões para realização de cirurgias eletivas no RN

Valor poderá cobrir custos com 53 tipos de procedimentos cirúrgicos, como catarata, varizes, hérnia, vasectomia
Governo federal libera mais R$ 4 milhões para realização de cirurgias eletivas no RN
Para todo o País, verba extra será de R$ 250 milhões. RN receberá R$ 4,175 milhões, o que corresponde a 1,67% do total

OUVIR NOTÍCIA

Valor poderá cobrir custos com 53 tipos de procedimentos cirúrgicos, como catarata, varizes, hérnia, vasectomia e laqueadura, além de cirurgias nos quadris e de joelho; Sesap diz que o valor é insuficiente para acabar com a fila de operações no Estado
 

O Ministério da Saúde anunciou que vai ampliar, em 2020, o valor que é repassado aos estados e municípios para a realização de cirurgias eletivas. O incentivo é para zerar a fila de espera por procedimentos de média complexidade e para diminuir o tempo de espera daqueles que aguardam por cirurgias agendadas.

Para todo o País, a verba extra será de R$ 250 milhões. O Rio Grande do Norte receberá R$ 4,175 milhões, o que corresponde a 1,67% do total. A divisão dos recursos foi de acordo com a população dos estados.

O valor poderá cobrir custos com 53 tipos de procedimentos cirúrgicos, como catarata, varizes, hérnia, vasectomia e laqueadura, além da cirurgia de astroplastia (quadril e joelho), entre outras com grande demanda reprimida identificada.

Segundo o Ministério da Saúde, o dinheiro poderá ser repassado para os governos estaduais ou diretamente para as prefeituras. Cada estado vai definir qual é o melhor modelo e o critério de repartição, após discutir o assunto na Comissão de Intergestores Bipartites (CIB).

No caso do Rio Grande do Norte, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) é que deverá receber o dinheiro. A pasta informou ao Agora RN que o que será debatido na Comissão Bipartite é quanto será encaminhado para cada município.

A verba será disponibilizada por meio do Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (Faec). O governo federal ressaltou que os recursos somente serão liberados após os gestores comprovarem que executaram as cirurgias e para aqueles que ultrapassarem o teto MAC (Média e Alta Complexidade) do município.

Em 2018, foram realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) cerca de 2,4 milhões de cirurgias eletivas em todo o País. Esses procedimentos cirúrgicos são os que não precisam ser realizados em caráter de urgência, podendo assim serem agendados. Em 2019, até outubro, foram registrados no sistema de informação do SUS 2 milhões de cirurgias em todos os estados brasileiros.

De janeiro de 2017 a outubro de 2019, foram disponibilizados por meio de recursos do Faec cerca de R$ 1,1 bilhão para todo o País. No período, o RN recebeu aproximadamente R$ 20 milhões. Só no ano passado (janeiro a outubro), foram disponibilizados pelo programa mais de R$ 8,4 milhões. Além disso, os estados e municípios contam também com o valor do teto de média e alta complexidade.

O secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, disse que, mesmo com o valor extra, o que será repassado para o Estado é insuficiente para acabar com a fila de espera por cirurgias eletivas. Ele informou que, por causa disso, o governo potiguar fará uma complementação orçamentária em 2020 para conseguir executar o Programa Estadual de Cirurgias Eletivas, que deve ser lançado em breve pela gestão da governadora Fátima Bezerra.

A pasta, contudo, não informou de quanto será essa complementação nem quantas cirurgias pretende agilizar este ano. Segundo a Sesap, entretanto, a estimativa é de que a fila de espera seja formada por cerca de 11 mil cirurgias eletivas.

Fonte

Ministério da Saúde/Divulgação

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Policial
Motorista causa acidente e foge, mas é preso após voltar para pegar o carro
Motorista causa acidente e foge, mas é preso após voltar para pegar o carro
VISUALIZAR
BRASIL
Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país
Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país
VISUALIZAR
Senador Georgino Avelino
AULAS DA ESCOLA JOSÉ ALVES ACIOLE EM CARNAÚBA INICIAM NA PRÓXIMA SEGUNDA (02)
AULAS DA ESCOLA JOSÉ ALVES ACIOLE EM CARNAÚBA INICIAM NA PRÓXIMA SEGUNDA (02)
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Brasileiro que estava em quarentena por causa do coronavírus chega ao RN
Brasileiro que estava em quarentena por causa do coronavírus chega ao RN
VISUALIZAR
NATAL RN
Terça do Carnaval de Natal tem shows em seis polos e mais blocos por toda cidade; veja...
Terça do Carnaval de Natal tem shows em seis polos e mais blocos por toda cidade; veja programação
VISUALIZAR
JUSTIÇA
Entenda critérios da legislação brasileira sobre processo de adoção no país
Entenda critérios da legislação brasileira sobre processo de adoção no país
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )