Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Fracasso de Guedes e Bolsonaro produz a maior fuga de dólares da história do Brasil

Os dados do fluxo cambial mostram a saída de US$ 15,2 bilhões nos primeiros oito meses deste ano. Além disso, a bolsa de valores paulista perdeu R$ 87
Fracasso de Guedes e Bolsonaro produz a maior fuga de dólares da história do Brasil
(Foto: Reuters)

OUVIR NOTÍCIA

O fracasso de Paulo Guedes e Jair Bolsonaro em restaurar a "confiança", o que vem sendo prometido aos brasileiros desde o golpe de estado contra a ex-presidente Dilma Rousseff, ocorrido em 2016, produziu, neste ano, a maior fuga de capitais da história do Brasil.

Os dados do fluxo cambial mostram a saída de US$ 15,2 bilhões nos primeiros oito meses deste ano, no pior resultado desde 1982, quando estes dados começaram a ser medidos. Um dos motivos para a fuga de investidores é a devastação ambiental, que Bolsonaro negou nas Nações Unidas. Além disso, a bolsa de valores paulista perdeu R$ 87,3 bilhões. É o que aponta reportagem de capa do jornal O Globo desta quarta-feira.

Com a saída do capital estrangeiro, o dólar se desvaloriza e já é negociado a R$ 5,40. A situação só não é mais grave em razão da demanda chinesa por alimentos, que tem garantido as exportações do agronegócio, num Brasil que também tem sido desindustrializado.

Além da fuga de dólares, Bolsonaro e Guedes entregarão ao País, neste ano, o maior rombo fiscal da história. Saiba mais:

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério da Economia elevou em 63,6 bilhões de reais a estimativa de déficit primário do governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência) no ano, para o valor recorde de 861 bilhões de reais, ao incorporar o impacto da prorrogação do auxílio emergencial para enfrentar a pandemia do coronavírus.

Os novos números constam do relatório de receitas e despesas do quarto bimestre, divulgado nesta terça-feira. O cálculo considera uma projeção de queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 4,7% em 2020.

No relatório do terceiro bimestre, a projeção era de déficit de 787,45 bilhões de reais. Com o estado de calamidade pública aprovado pelo Congresso, o governo está desobrigado de cumprir em 2020 a meta de déficit primário, de 124,1 bilhões de reais.

No novo relatório, o governo elevou as despesas primárias calculadas para o ano em 63,598 bilhões de reais, a 2,046 trilhões de reais, refletindo principalmente a extensão em quatro meses do auxílio emergencial, que será pago agora até dezembro com valor reduzido, de 300 reais.

O custo dos pagamentos adicionais do auxílio será de 67,6 bilhões de reais. Por outro lado, o governo reduziu pela metade, para 17 bilhões de reais, a projeção de despesas com o programa de financiamento à folha de pagamento das empresas (Pese).

Para a receita líquida a conta foi reduzida em 9,955 bilhões de reais, a 1,185 trilhão de reais. A redução é explicada por revisão de algumas projeções macroeconômicas para o ano, arrecadação verificada em julho e agosto e alterações na legislação tributária para o combate ao Covid-19.

A Cofins foi o tributo que sofreu a maior redução na projeção de arrecadação --de 10,6 bilhões, para 224,7 bilhões de reais--, o que é explicado, segundo o governo, pelo crescimento das compensações tributárias.

Na semana passada, a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia atualizou as projeções macroeconômicas para 2020. A estimativa para retração do PIB não foi alterada, mas a projeção para a inflação foi levada para 1,83%, ante estimativa anterior de 1,60%.

Diferente do que usualmente acontece, o relatório de receitas e despesas deste bimestre não foi detalhado à imprensa pelo secretário Especial de Fazenda, Waldery Rodrigues.

Waldery foi repreendido indiretamente na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro, após divulgar que a equipe econômica estudava propor o congelamento dos benefícios previdenciários para financiar a ampliação do programa Bolsa Família.

Bolsonaro descartou a ideia e disse que daria um “cartão vermelho” a quem lhe propusesse tirar dinheiro dos pobres para dar aos “paupérrimos”.

Fonte

247

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Rio Grande do Norte
TSE aprova envio de tropas federais para reforçar segurança das eleições em 113...
TSE aprova envio de tropas federais para reforçar segurança das eleições em 113 localidades do RN; veja lista de cidades
VISUALIZAR
Política
‘Eu tô aqui para servir, me teste, e verás que um filho da terra não foge à luta’...
‘Eu tô aqui para servir, me teste, e verás que um filho da terra não foge à luta’ Discursa candidato a vereador Juscelino Régis em Georgino Avelino
VISUALIZAR
BRASIL
Fachin determina que Lava Jato se manifeste em 48 horas sobre pedido de Lula
Fachin determina que Lava Jato se manifeste em 48 horas sobre pedido de Lula
VISUALIZAR
JUSTIÇA
JUIZ NEGA PEDIDO DE KERINHO PARA EXCLUIR MANIFESTAÇÃO DE MINEIRO NO PROCESSO QUE PODE...
JUIZ NEGA PEDIDO DE KERINHO PARA EXCLUIR MANIFESTAÇÃO DE MINEIRO NO PROCESSO QUE PODE DEVOLVER MANDATO A EX-DEPUTADO
VISUALIZAR
NORDESTE
Burro fica suspenso em carroça com excesso de peso em Juazeiro do Norte; polícia ambiental...
Burro fica suspenso em carroça com excesso de peso em Juazeiro do Norte; polícia ambiental notificou responsável
VISUALIZAR
Cidades
Adolescente de 16 anos é morto a pedradas às margens da BR-101 em São José de Mipibu, RN
Adolescente de 16 anos é morto a pedradas às margens da BR-101 em São José de Mipibu, RN
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )