Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Cajueiro de Pirangi promove exposição de rosas do deserto, cactos e suculentas na Grande Natal

Diversas plantas podem ser vistas logo após a entrada principal do local. Expositor é funcionário do cajueiro,
Cajueiro de Pirangi promove exposição de rosas do deserto, cactos e suculentas na Grande Natal
Cajueiro fica na praia de Pirangi do Norte, em Parnamirim — Foto: Idema-RN

OUVIR NOTÍCIA

Diversas plantas podem ser vistas logo após a entrada principal do local. Expositor é funcionário do cajueiro, que visa promover novas edições do festival.

O Cajueiro de Pirangi promove durante este mês de setembro uma exposição de rosas do deserto, cactos e suculentas durante o Festival da Primavera. A exposição tem diversas espécies das plantas e acontece na área da recepção do cajueiro, logo após a entrada principal.

O expositor das rosas do deserto, cactos e suculentas é também um dos seguranças do espaço. Leonardo Carlos Silva, conhecido com Kel, começou cuidando das plantas como um hobby há oito anos, e recentemente passou a levar o então lazer mais a sério. Agora, ele expõe as plantas pela primeira vez.

"Essa é a primeira vez que exponho minhas plantas e estou realmente muito feliz em participar dessa atividade. Sempre cultivei pelo fato de achá-las bonitas, mas vi que posso inspirar outras pessoas a se dedicarem a algo que gostam, ao mesmo tempo em que também tenho um complemento na renda”, disse Leonardo.

Durante a exposição, Leonardo Silva também irá tirar dúvidas sobre o cultivo, adubação, floração, enxertos, polinização e alguns cuidados específicos de cada planta, que estarão à venda. Entre as espécies expostas de rosas do deserto, estão a Golden Faith, Branca Mesclada, Barbie Girl, Magic Elf, Índigo Glaze, Aurora, Double Blue Boy e Afrodite, Sindy.

Leonardo Silva é o expositor das flores no cajueiro â?? Foto: Assecom/Idema

Leonardo Silva é o expositor das flores no cajueiro — Foto: Assecom/Idema

Contar com um dos funcionários como expositor faz parte de uma das vertentes do projeto. "O local é destino de turistas, mas o foco também é fomentar o cajueiro através de sua gente, do trabalho da equipe, da comunidade e de quem quer valorizar o local", explicou Marígia Madge, gestora do cajueiro.

Ela comentou ainda que visa realizar projetos culturais todo mês no local . "Estamos organizando um cronograma de atividades com literatura de cordel, economia solidária, gastronomia, artes plásticas, exposições, um espaço para apresentar a cultura potiguar como um todo", disse.

Segundo Marígia, a proposta é que as exposições sejam quinzenais, dando oportunidade para diversas pessoas, entre os funcionários do cajueiro e artistas locais. “Nosso objetivo não pode e nem deve se limitar na recepção de turistas para conhecer a árvore, mas pensar em maneiras de desenvolvermos um lado bastante forte da existência do Cajueiro, que é pôr em prática o conceito socioambiental”, finaliza a gestora.

Para outubro, a organização do cajueiro planeja uma nova edição do festival, com exposição de orquídeas.

Fonte

G1 RN

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

BRASIL
Ato organizado pela Gaviões da Fiel une torcedores de todos os times contra fascismo de...
Ato organizado pela Gaviões da Fiel une torcedores de todos os times contra fascismo de Bolsonaro
VISUALIZAR
Policial
SÃO JOSÉ DE MIPIBU: PRF PRENDE AUTOR DE ROUBO À ÔNIBUS INTERMUNICIPAL
SÃO JOSÉ DE MIPIBU: PRF PRENDE AUTOR DE ROUBO À ÔNIBUS INTERMUNICIPAL
VISUALIZAR
Rio Grande do Norte
Policial Militar que morreu vítima do coronavírus no RN tem pertences roubados no hospital
Policial Militar que morreu vítima do coronavírus no RN tem pertences roubados no hospital
VISUALIZAR
GRANDE NATAL
Superlotada, UPA na Grande Natal amanhece fechada por não conseguir receber mais pacientes,...
Superlotada, UPA na Grande Natal amanhece fechada por não conseguir receber mais pacientes, diz direção
VISUALIZAR
BRASIL
“A epidemia é uma doença social”, diz o filósofo Luiz Felipe Pondé
“A epidemia é uma doença social”, diz o filósofo Luiz Felipe Pondé
VISUALIZAR
Pandemia
Caminhos da Reportagem aborda rotina das crianças durante a pandemia
Caminhos da Reportagem aborda rotina das crianças durante a pandemia
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )