Portal Correio do Agreste - A serviço do povo!

Notícias Brasil

Brasil registra 606 mortes por covid-19 em 24 horas

O Brasil registrou ontem 606 novas mortes pela covid-19

Brasil registra 606 mortes por covid-19 em 24 horas
Profissionais de saúde colhem material para teste de pacientes que procuram atendimento
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Profissionais de saúde colhem material para teste de pacientes que procuram atendimento

 
O Brasil registrou ontem 606 novas mortes pela covid-19. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 369. É o maior número de óbitos na média móvel desde 20 de outubro.
 
Ontem, o número de novas infecções notificadas foi de 219.878, com média móvel de 161.870 - novo recorde pelo nono dia seguido. No total, o Brasil tem 624.507 mortos e 24.553.950 casos da doença. Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 22.036.168 pessoas estão recuperadas.
 
O Estado de São Paulo registrou 172 mortes por coronavírus ontem. Outros três Estados superaram a barreira de 50 óbitos: Goiás (86), Minas Gerais (62) e Rio Grande do Sul (57). No lado oposto está o Tocantins, que não registrou nenhuma morte.
 
O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.
 
Ontem, o Ministério da Saúde informou que foram registrados 224.567 novos casos e mais 570 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 24.535.884 pessoas infectadas e 624.413 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.
 
O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou ontem, 26, a 163.707.234, o equivalente a 76,2% da população total. Nas últimas 24 horas, 317.279 pessoas receberam a primeira dose da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.
 
Entre os mais de 163 milhões de vacinados, 148,8 milhões receberam a segunda dose, o que representa 69,29% da população com a imunização completa contra o novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, 296.451 pessoas receberam essa dose de reforço. Somando as vacinas de primeira e segunda dose aplicadas, além da terceira de reforço (554.016), o Brasil administrou 1.168.335 doses nesta quarta. Já em relação à vacinação pediátrica (para crianças de 5 a 11 anos), o Brasil chegou a 721.046 doses, o equivalente a 3,52% deste público.
 
Em termos proporcionais, Piauí é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 83,42% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada em Roraima, onde 56,18% receberam a vacina. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (39 milhões), seguido por Minas Gerais (16,7 milhões) e Rio de Janeiro (13,2 milhões).
FONTE/CRÉDITOS: tribunadonorte
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!